19/05/2021 21:33:57

Os Melhores Livros de Romance Erótico de 2021

Quais os melhores livros de romance erótico? Qual o livro mais erótico? Qual o livro mais quente? Com dúvidas? Vamos te ajudar!

Os Melhores Livros de Romance Erótico de 2021 Que tal dar uma variada nas suas leituras? Que tal dar uma apimentada nas suas leituras? Leituras eróticas sempre podem render boas inspirações para o seu dia a dia. Selecionamos para você os melhores livros eróticos da atualidade para você ler e se inspirar. Veja a nossa lista!

1

Peça-me o que quiser

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Muller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

Saiba mais

Peça-me o que quiser
2

Cretino irresistível: 1

Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso!Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino.Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações de sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias.Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório! Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.

Saiba mais

3

Pornô Chic

Edição ilustrada reúne os quatro livros obscenos da poeta, incluindo um texto inédito e crítica de Humberto Werneck, Alcir Pécora, João Adolfo Hansen, Jorge Coli, Eliane Robert de Moraes e entrevista a Caio Fernando Abreu.Em 1990, Hilda Hilst completava 60 anos, 40 deles dedicados à literatura. Insatisfeita com a publicação de seus livros em pequenas tiragens, o silêncio da crítica e a repercussão restrita, a poeta decidiu escrever “adoráveis bandalheiras”. A experiência deu origem à Trilogia Obscena formada por "O caderno rosa de Lori Lamby", "Contos d’escárnio – textos grotescos", "Cartas de um sedutor" e ao livro de poemas "Bufólicas". Pornô chic reúne os quatro títulos, ilustrados, traz o inédito Fragmento pornográfico rural e fortuna crítica que aborda a polêmica fase erótica de Hilst."O caderno rosa de Lori Lamby" e "Bufólicas" recuperam as ilustrações de Millôr Fernandes e Jaguar para as primeiras edições. Para ilustrar "Contos d’escárnio" e "Cartas de um sedutor" foram convidadas Laura Teixeira e Veridiana Scarpelli, que apresentaram uma abordagem contemporânea ao pornô de Hilst. Considerados pela autora uma “experiência radical e divertida”, estes livros misturam humor, críticas à sociedade, todo tipo de práticas sexuais e referências a autores célebres pelo erotismo como Henry Miller e Georges Bataille. A leitura de Pornô Chic revela o quanto Hilst pode ser irônica, debochada e divertida sem perder o refinamento.Se "O caderno rosa de Lori Lamby" parece obsceno ao apresentar uma menina de oito anos relatando suas experiências sexuais, a autora surpreende os leitores com seu desfecho. "Cartas de um sedutor" narra o cotidiano de um homem rico, amoral e culto, que diante de sua incompreensão da vida recorre ao sexo em busca de respostas. "Contos d’escárnio" é uma reunião de textos satíricos, em que a sexualidade é matéria de reflexões imprevisíveis. "Bufólicas" é um livro de “fábulas safadas” concluídas com uma “moral da estória”.A fortuna crítica apresenta um texto inédito do professor de História da Arte e da História da Cultura da Unicamp Jorge Coli, e inclui textos de especialistas na obra de Hilst, como a professora do departamento de Literatura Brasileira da FFLCH-USP Eliane Robert de Moraes, e o professor de Teoria Literária da Unicamp Alcir Pécora – que organizou as obras completas de Hilst para a Globo Livros. Além disso, a edição recupera textos publicados na imprensa nos anos 1990, como um perfil da autora feito pelo jornalista Humberto Werneck e uma entrevista da poeta ao amigo e escritor Caio Fernando Abreu.O ciclo pornográfico de Hilst fez com que a escritora deixasse de ser considerada apenas uma autora sofisticada e lhe trouxe a fama de maldita – mas seu objetivo foi alcançado e sua obra atingiu um público maior. Aos 60 anos, ela expressou surpresa diante das críticas moralistas à suas bandalheiras: “A sexualidade pode ser adorável, perversa ou divertida, mas eu acho que o ato de pensar excita muito mais do que uma simples relação sexual. A mim pelo menos, há muitos anos é assim”.

Saiba mais

Pornô Chic
4

Pornopopeia (Nova edição)

Um marco na ficção contemporânea. O ex-cineasta marginal e dependente químico José Carlos Ribeiro, o Zeca, tem um único longa-metragem em seu currículo. Intitulado Holisticofrenia, foi rodado sem recorrer à verba oficial ou à renúncia fiscal. Agora, para sobreviver, ele precisa se dedicar à produção de vídeos promocionais sem nenhum compromisso com o bom gosto ou a criatividade. Empacado em um projeto sobre embutidos de frango, ele acaba mergulhando numa jornada desregrada, de proporções épicas, narradas com um texto fluido, inquieto, sempre em movimento ― e com muito senso de humor. Na contramão dos personagens tradicionais, Zeca não está atrás de redenção ou disposto a se transformar. Na maior parte do tempo, quer (muito) sexo, (muitas) drogas e mais nada. Não enxerga o ontem e o amanhã, só o agora. Pornopopeia é uma experiência única, pela forma como o autor domina o texto e pela sua atualidade ― o romance foi publicado em 2009, mas continua a produzir o mesmo impacto.

Saiba mais

Pornopopeia (Nova edição)
5

Pegando fogo (Rosemary Beach)

Com 400 mil livros vendidos no Brasil, Abbi Glines é autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, do USA Today e do The Wall Street Journal. Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela. Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão. Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir. Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela – e já estão várias jogadas à sua frente.

Saiba mais

Pegando fogo (Rosemary Beach)
6

O livro vermelho do sexo sem vergonha

Sexo. Um dos temas mais polêmicos desde que o mundo é mundo, sobre o qual muito se fala, muito se ouve, mas que, por incrível que pareça, ainda é encarado por muitas pessoas como um assunto que continua impenetrável... literalmente.“Mas será que vai doer?”“A cabeça de baixo controla a cabeça de cima?”“Masturbação dá espinha?”Dúvidas como essas e dezenas de outras certamente já devem ter passado pela sua cabeça, mas ainda faltavam as respostas de um jeito incrivelmente simples, divertido e esclarecedor para que você pudesse se aprimorar e descobrir que é possível, sim, ter uma sexualidade plena.Enquanto você era criança, as pessoas e o ambiente que o cercava moldaram você. Nesse processo, a sexualidade, que é instintiva e ligada às sensações de satisfação e prazer, muitas vezes foi sendo reprimida pela educação, por crenças e mitos, tornando algo tão natural do ser humano, assim como sentir fome e ir ao banheiro, em um gigantesco tabu que pode se arrastar ao longo de todas as fases da vida. Não importa sua idade, gênero, orientação sexual, status de relacionamento, nem a dúvida mais cabeluda que você não ousa dividir com ninguém. Aqui, as principais reflexões sobre seu prazer sexual são abordadas de uma maneira livre de pudor e preconceitos, e irresistivelmente prazerosa para que você possa enfim curtir a vida num estado de múltiplos orgasmos.

Saiba mais

O livro vermelho do sexo sem vergonha

Posts relacionados


Posts mais recentes


Mais Pesquisadas


Confira também algumas das melhores reviews do nosso parceiro mReviews:
mReviews LogoREVIEWS

Mais lidas


Categorias